Nacional

Recorde de novos casos em Portugal: mais 1649 em 24 horas. Há mais cinco mortes.

No boletim da DGS deste sábado há registo de mais 1649 casos de covid-19 e mais cinco mortes em 24 horas. Há mais 20 internamentos e 639 recuperados.

Portugal registou mais 1649 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, o dia com mais casos desde o início da pandemia, batendo os 1516 registados a 10 de abril. É a primeira vez que há três dias seguidos com mais de mil casos, tendo sido registadas 1278 novas infeções na quinta-feira e 1394 na sexta-feira.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste sábado (10 de outubro) morreram ainda mais cinco pessoas por causa do novo coronavírus.

O número total de infetados desde o início da pandemia é de 85 574 e o de mortes é de 2 067. Há mais 20 internamentos nas últimas 24 horas, para um total de 831, e menos três pessoas nos cuidados intensivos. São agora 122.

Há mais 639 recuperados, num total de 52 803, com o número de casos ativos em todo o país a ser de 30 704 (mais 1002 desde o boletim de sexta-feira). Há 47 602 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde, menos 119 que na véspera.

O maior aumento de casos regista-se na região Norte (mais 910), seguindo-se a região de Lisboa e Vale do Tejo (mais 546). Há ainda mais 155 no Centro, 8 no Algarve e 8 no Alentejo. Na Madeira há mais sete novos casos e nos Açores mais dois.

Em relação às cinco mortes registadas nas últimas 24 horas, duas ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, duas no Norte e uma no Algarve.

Número de infetados a nível mundial já ultrapassou os 37 milhões

O novo coronavírus já infetou mais de 37 168 976 milhões de pessoas no mundo inteiro e provocou 1 073 650 mortes, segundo o site Worldometers (que reúne dados oficiais a nível mundial). Há agora 27 929 455 milhões de recuperados.

No total, os Estados Unidos da América são o país com a maior concentração de casos (7 895 738). Segue-se a Índia (6 979 423), o Brasil (5 057 190) e a Rússia (1 285 084). Portugal surge em 49.º lugar na tabela de casos a nível mundial.

Quanto aos óbitos, depois dos Estados Unidos (218 685), o Brasil é a nação com mais mortes declaradas (149 692), seguidos da Índia (107 450) e do México (83 507)

FONTE CATARINA PIRES DN.PT

Fonte
DN.PT
Mostrar mais

Artigos relacionados